InícioGravidezDesenvolvimento da gravidez: 7ª semana de gestação

Desenvolvimento da gravidez: 7ª semana de gestação

-

Hoje é dia de mais um post da nossa série sobre o desenvolvimento da gravidez semana a semana e é hora de falar sobre a sétima semana de gestação!

No post anterior falamos sobre a sexta semana, período muito importante da organogênese, em que os órgãos do bebê estão se desenvolvendo. 

Na sétima semana de gestação, este desenvolvimento continua e é importante que você também continue cuidando bem da alimentação para proporcionar as melhores condições para o seu bebê.  

Também persistem vários sintomas típicos do início da gravidez, como veremos nos próximos tópicos. 

Quer saber quais são as mudanças que estão acontecendo em seu organismo e no do embrião ao longo da sétima semana de gestação? Então continue a leitura.

Desenvolvimento do bebê na 7ª semana de gestação

A sétima semana de gravidez é marcada pelo crescimento acelerado do embrião. A partir de agora, ele começa a crescer aproximadamente um milímetro por dia.

Esse é um momento de aceleração do desenvolvimento do cérebro, com o surgimento de muitos neurônios. 

Por isso, em termos de crescimento das partes do corpo, a cabeça e o cérebro se destacam muito na sétima semana. 

No fim da sétima semana , o cérebro do embrião já vai possuir três regiões, que futuramente cuidarão do raciocínio, da memória, do aprendizado e da coordenação respiratória, muscular e cardíaca do bebê.  

A cabeça do embrião ganha maior definição e, além dos olhos, começam a aparecer as pálpebras, as orelhas, as narinas e a boca. 

Os olhos começam a se aproximar até ocuparem seu devido lugar na cabeça, já que na semana anterior eles ainda estavam na lateral dela. 

Ou seja, é na sétima semana que o rosto do novo componente da sua família começa a ficar mais definido. Será que ele vai se parecer com você?

Com os braços e pernas mais desenvolvidos, começam a ser notados os dedos das mãos e dos pés do bebê. 

Formação dos órgãos a todo vapor

A organogênese continua com a formação de vários órgãos, mas nenhum deles desempenha sua função de maneira independente ainda. 

A placenta está muito maior do que o embrião e o cordão umbilical está ganhando a forma que conhecemos. 

- Continua Depois da Publicidade -

Pode ser que nesta semana a sua barriga comece a ser notada porque a partir dela o crescimento do embrião segue a todo vapor. 

Na sétima semana de gestação, o embrião tem mais do que o dobro do tamanho que tinha na semana anterior e pode começar a se mexer, mas nada que possa ser sentido pela futura mamãe.

Na verdade, o embrião vai se mexer bastante a partir de agora, mas é só por volta da 18ª semana que seus movimentos poderão ser notados pela gestante. 

A sétima semana de gestação

Veja a seguir o que acontece no organismo de uma mulher grávida durante a sétima semana de gravidez.

1º dia – o embrião começa a crescer

A partir de agora o embrião passa a crescer um milímetro por dia e órgãos importantes, como o coração e o cérebro, estão se tornando cada vez mais complexos. 

Você já sabe, mas precisamos repetir que é fundamental manter o foco em uma alimentação saudável e na ingestão de bastante água.

A cauda adquirida pelo embrião em semanas anteriores começa a desaparecer e os braços dele já se dobram nos cotovelos. 

O nariz começa a despontar e as pálpebras começam a aparecer. Além disso, o cordão umbilical já está em sua fase final de formação. 

Neste momento o embrião se movimenta bastante, mas você ainda não consegue sentir essa movimentação. 

Mas não se preocupe, em mais algumas semanas ele estará maior e vai conseguir se encostar à parede do útero. Aí sim você vai senti-lo se mexendo. 

No início da sétima semana, o coração do embrião passa a contar com quatro câmaras e o cérebro se divide em dois hemisférios. 

2º dia – agende uma consulta médica

Se você ainda não iniciou o seu acompanhamento pré-natal, é hora de agendar uma consulta médica.

Há alguns exames que o médico vai solicitar, além da ultrassonografia, como, por exemplo, o da toxoplasmose. 

Essa doença se manifesta como uma simples gripe na maioria das pessoas, mas em grávidas ela pode ser mais perigosa.

Caso você não tenha tido indícios da toxoplasmose ao longo de toda a vida, é muito importante tomar os cuidados necessários para não adquirir a doença durante a gravidez. 

- Continua Depois da Publicidade -

Nunca coma carnes mal passadas e certifique-se da adequada higienização e dos métodos de preparação de todos os alimentos que você for ingerir.

Há uma associação da toxoplasmose aos gatos, mas na verdade não existe comprovação de que a presença de um gato pode causar a toxoplasmose em uma gestante, já que o toxoplasma só pode ser encontrado nas fezes do animal e só pode ser transmitido via oral. 

Então, não fique preocupada caso você tenha um felino em casa. Concentre sua preocupação em higienizar muito bem os vegetais antes de ingeri-los. 

Uma alface mal lavada é muito mais preocupante para uma mulher grávida do que a presença de gatos em sua casa. 

3º dia – fique de olho na imunidade

Como sua imunidade fica baixa durante a gravidez, pode ser que você tenha maior facilidade em ficar gripada ou resfriada.

O ideal é evitar ao máximo os medicamentos no período de gestação, mas existem remédios específicos que podem ser ingeridos sem prejudicar o bebê.

Então, caso você precise da ajuda de um médico com alguma complicação respiratória, por exemplo, nunca esqueça de mencionar que você está grávida, para que ele indique a medicação adequada. 

4º dia – começam as cólicar e fisgadas

Como vimos, a partir da sétima semana o embrião começa a crescer progressivamente e o seu útero precisa aumentar de tamanho para conseguir acomodá-lo. 

Esse crescimento do útero pode causar cólicas e até algumas fisgadas. Isso a princípio não é preocupante. 

Mas se as dores tornarem-se intensas ou se prolongarem, não deixe de relatar o problema ao seu médico. 

5º dia – alguns sintomas emocionais

As alterações de humor são muito comuns neste momento. Como vimos em outros artigos desta série, existem diversos sintomas emocionais ligados à gravidez.

Muitos deles são causados pelas alterações hormonais, mas a própria mudança que a chegada do bebê vai representar para você pode te deixar extasiada em alguns momentos e apavorada em outros. 

Essa situação é muito natural. Se você sentir vontade de chorar, chore e desabafe. Se você preferir fazer uma festa de tão feliz que está, também não repreenda seus sentimentos. 

Busque o apoio e a compreensão de seus familiares e amigos. O seu humor vai passar por diversas alterações nesse período e nada melhor do que ter com quem contar. 

6º dia – Descanse bastante

Diferente de sintomas como os enjoos, as alterações emocionais vão te acompanhar durante toda a gravidez e no período de amamentação também. 

- Continua Depois da Publicidade -

Então, para se sentir melhor, tire um tempo para você, descanse bastante e desacelere. Entenda que se sentir fraca ou vulnerável é perfeitamente normal e que essa sensação vai passar com o tempo. 

O autocuidado, os momentos de descanso e a atividade física podem te ajudar muito no quesito emocional durante toda a gestação. 

7º dia – enjoos, cansaços e outros sintomas

Se nesse momento você já perceber um crescimento considerável da sua barriga, pode ser que você esteja grávida de gêmeos e o exame de ultrassom poderá confirmar. 

Os enjoos nesta fase são intensos e você pode sentir dificuldades para se levantar e cumprir suas atividades diárias devido a tantos sintomas. 

Mas não se entregue à sensação de cansaço. É muito importante manter uma rotina de atividades físicas, pois elas te dão força e resistência para aguentar o peso da barriga.

Além disso, a promoção do tônus muscular também pode te ajudar na hora do parto e contribuir para a recuperação do seu peso ideal depois do nascimento do bebê. 

Como a mamãe está se sentindo na 7ª semana de gestação?

É claro que cada mulher pode ter uma experiência diferente para relatar no que diz respeito aos sintomas da gravidez, mas no geral os sintomas como a alta frequência urinária, a prisão de ventre, o cansaço e os enjoos persistem neste período.

Uma possível novidade no que diz respeito aos sintomas, é a alta sensibilidade a cheiros. O seu olfato vai parecer bem mais apurado e isso pode contribuir para a intensificação dos enjoos. 

Também pode aparecer um corrimento vaginal fino, esbranquiçado, mas sem cheiro. Ele acontece devido ao aumento do fluxo de sangue no útero que, por sua vez, decorre das alterações hormonais. Leia mais sobre corrimento vaginal: Quando se preocupar?

Trata-se de um muco cervical chamado pelos médicos de leucorreia. Mas não se preocupe. Ele é normal e faz parte do tampão mucoso. 

Como já explicamos em um outro post, o tampão mucoso serve para proteger o embrião de possíveis infecções. Você pode entender melhor o assunto clicando aqui.
Ainda em razão das questões hormonais, a pele da mamãe pode ficar mais oleosa, resultando no aparecimento de acne. 

Como o útero passa a ficar mais inclinado para a frente, na sétima semana, você já consegue sentir sua barriga crescendo. Com quantas semanas a barriga começa a crescer?

Aproveite esse momento, cuide-se bem, mantendo uma alimentação saudável, e tire um tempo para descansar sempre que for possível. 

Curiosidades

Veja abaixo as respostas para as principais curiosidades referentes à sétima semana de gestação. 

Qual é o peso do bebê na sétima semana de gestação?

O embrião, apesar do crescimento constante, na sétima semana ainda pesa menos de um grama. 

Qual é o tamanho do bebê na sétima semana de gestação?

Na sétima semana de gestação, o tamanho do embrião pode variar entre doze e dezoito milímetros. Estas medidas se aproximam ao tamanho de um mirtilo ou de um grão de café. 

Informações gerais sobre a sétima semana de gestação

  • Semana: 7ª;
  • Equivale à terceira semana do segundo mês de gravidez;
  • Equivale ao período do 43º ao 49º dia de gestação;
  • O crescimento do embrião ganha um ritmo mais acelerado;
  • Os dedos dos pés e das mãos do bebê começam a surgir; 
  • O coração do embrião já tem quatro câmaras e o cérebro conta com dois hemisférios;
  • Detalhes do rosto do bebê começam a se desenvolver;
  • A barriga da gestante pode começar a crescer ligeiramente. 

E então? Você gostou de ler as informações sobre a sétima semana dentro da nossa série sobre o desenvolvimento da gravidez semana a semana? Deixe o seu comentário contando a sua experiência! 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia Também

Anticoncepcional: tudo que você precisa saber

Anticoncepcional: tudo que você precisa saber

0
Você utiliza ou planeja utilizar o anticoncepcional? Este é um recurso que revolucionou a vida das mulheres positivamente, mas também tem efeitos colaterais.  Antes de...
Nona semana de gestação

Desenvolvimento da gravidez : 9ª semana de gestação

0
Chegamos a mais um post da nossa série sobre o desenvolvimento da gravidez semana a semana! E agora é hora de falar sobre a...

Oii mamãe, voce deseja receber nossas novidades em seu email?