InícioGravidezUltrassom na gravidez: Quando e quantas vezes fazer

Ultrassom na gravidez: Quando e quantas vezes fazer

-

O ultrassom na gravidez é um procedimento fundamental tanto para combater a ansiedade da futura mamãe quanto para que o médico consiga fazer um bom acompanhamento do desenvolvimento do bebê.

Sem dúvida, ele é o protagonista do acompanhamento pré-natal, pois fornece as informações que vão pautar os cuidados que a gestante precisa tomar.

Ao ler este post, você vai entender como funciona o exame de ultrassom na gravidez, por que ele é tão importante, quantas vezes precisa ser feito e quais são os momentos certos para realizá-lo. 

Como funciona o exame de ultrassom?

O processo de formação das imagens que são projetadas no monitor do médico durante a realização do exame de ultrassom se dá com base na emissão de ondas sonoras pelo aparelho que entram em choque com porções sólidas dentro do organismo da paciente. 

Mas no caso das gestantes ,essas porções sólidas que o monitor projeta correspondem ao bebê em formação.

Antes os aparelhos de ultrassom funcionavam em 2D, mas a tecnologia evoluiu e passou-se a utilizar o ultrassom em 3D.

Mas atualmente já é possível até fazer o exame com quatro dimensões, que possibilita visualizar as feições do bebê com bastante nitidez. 

Então, ao solicitar o exame de ultrassom, o médico visa ao acompanhamento da formação do bebê, seu ritmo de crescimento, a quantidade de líquido presente no útero, o fluxo de sangue no sistema mãe-placenta-bebê, a chegada do oxigênio até o bebê, entre diversos outros pontos. 

Porém o ultrassom também permite a detecção de problemas como descolamento de placenta e malformação do coração do bebê. Também é possível detectar condições como a síndrome de Down. 

Ou seja , é por isso que o ultrassom deve estar presente em diferentes fases da gravidez e há indicações dos momentos certos em que ele deve ser feito.

Por que o ultrassom na gravidez é tão importante?

É claro que é importantissimo ver o seu bebê crescendo, poder descobrir o sexo dele e até ver o seu rostinho e os seus movimentos.

Mas a importância do exame de ultrassom na gravidez não pára nesses quesitos. Como vimos, há diversos problemas e necessidades que o exame pode detectar.

Por isso até mesmo as mamães que optam por não saberem o sexo do seu bebê até o dia do nascimento devem realizar o exame sempre que o médico solicitar.

Portanto é a maneira mais eficaz de acompanhar o desenvolvimento da gravidez e prevenir possíveis problemas que o bebê pode vir a ter.  

No início da gestação, por exemplo, o ultrassom é necessário para descobrir a quantidade de fetos e uma possível gravidez ectópica. Veja aqui o que é gravidez ectópica

- Continua Depois da Publicidade -

Depois disso, é preciso fazê-lo para acompanhar a saúde e o desenvolvimento do feto, ou seja, para saber se o desenvolvimento está correspondendo ao esperado para aquela idade gestacional

Quantas vezes devo fazer o ultrassom?

Ao contrário do que dizem, as mães não são todas iguais. Podem até ser quando o assunto é a preocupação com os filhos, mas em termos de gravidez o comportamento pode variar bastante.

Então existem as mães que acham difícil fazer o acompanhamento pré-natal e para elas, desde que seu bebê esteja bem, quanto menos exames melhor. 

Mas é bastante comum a associação emocional da presença de um médico a uma situação de doença e, como durante a gravidez os hormônios e as emoções ficam à flor da pele, muitas futuras mamães preferem fazer a menor quantidade possível de exames.

Por outro lado, existem as mamães que querem fazer todos os exames possíveis, para ter a certeza de que o bebê está se desenvolvendo adequadamente.

Com certeza é uma alegria visualizar o crescimento e o desenvolvimento do seu bebê quando ele ainda está no útero.

Existe um limite de quantas ultrassom posso fazer?

Não existe contraindicação relacionada à quantidade de exames de ultrassom a serem feitos durante a gravidez.

Isso significa que se você quiser fazer vários e o seu médico aprovar, não tem problema nenhum.

Mas você pode correr o risco de se frustrar por não detectar grandes mudanças visíveis entre um exame e outro quando eles são muito frequentes.

Por isso, por padrão, costuma-se fazer três exames de ultrassom durante o acompanhamento pré-natal. Um para cada trimestre de gestação.

Porém algumas vezes, esse número aumenta para quatro, com dois exames sendo feitos no primeiro trimestre.

Também pode haver variações quando determinado aspecto que o médico desejava observar não fica visível em um exame. Nesse caso, ele pede um exame extra.

O número de exames de ultrassom também pode aumentar quando há a detecção de algum problema que pode prejudicar o desenvolvimento do bebê.

Nesse caso, o médico solicita novos exames para ir acompanhando a solução do problema. 

Vamos ver em seguida quais são os objetivos de cada um dos três ou quatro exames de ultrassom que normalmente são feitos durante a gravidez. 

O ultrassom nas diferentes fases da gravidez

- Continua Depois da Publicidade -

Como vimos, por padrão, é comum a realização de três ou quatro exames de ultrassom na gravidez.

Nos subtópicos seguintes, vamos considerar os quatro exames e explicar quando eles devem ser feitos e quais são os seus objetivos gerais.

Primeiro ultrassom – início da gravidez

O primeiro exame de ultrassom costuma ser feito entre a quinta e a oitava semana de gestação. 

O exame realizado antes desse período, pode não apresentar os resultados esperados, como a própria da gravidez, ou apresentar dados imprecisos demais.

Mas o objetivo desse primeiro ultrassom é confirmar a gravidez, conferir sua localização e definir qual é o tempo de gestação.

Este é o melhor momento para calcular a idade gestacional de forma mais precisa, já que a margem de erro varia até no máximo sete dias. 

Normalmente, o primeiro exame é transvaginal, para que o médico tenha uma melhor visualização, já que nesse momento o embrião é extremamente pequeno.

Dependendo da posição do útero, que interfere na qualidade da imagem, o médico pode complementar a avaliação com um ultrassom abdominal.

É possível ouvir os batimentos do bebê ao realizar o exame, a partir da sexta semana. Caso isso não aconteça pode ser que a mulher esteja grávida a menos tempo.

Caso você esteja grávida de gêmeos, já é possível também descobrir se eles dividem a mesma placenta ou se estão se desenvolvendo separadamente.

Essa informação determina se os gêmeos serão idênticos ou não. 

Segundo ultrassom – primeiro trimestre

O segundo exame de ultrassom deve ser feito entre a 11ª e a 14ª semanas e serve para verificar a anatomia do feto, os riscos de doença genética e a translucência nucal. 

Caso a mulher demore para descobrir que está grávida, esse pode acabar se tornando o primeiro exame de ultrassom a ser feito.

Ele é chamado de ultrassom morfológico, pois há um nível maior de detalhamento das informações, para que o médico faça uma análise da formação dos órgãos e de todo o corpo do feto. 

A translucência nucal corresponde à medição do espaço na região do pescoço, que ajuda na descoberta de problemas cromossômicos. 

Terceiro ultrassom – segundo trimestre 

- Continua Depois da Publicidade -

O terceiro exame de ultrassom na gravidez deve ser feito entre a 20ª e a 24ª semanas. Com ele, o médico continua sua análise sobre os riscos de má formação e doenças genéticas. Além disso, ele também verifica as condições da placenta e do líquido amniótico. 

Então ao fazer este exame de ultrassom morfológico do segundo trimestre, você obtém uma avaliação ainda mais completa sobre o seu bebê. 

Pode se detectar cerca de 80% dos tipos de más-formações neste momento, inclusive cardiopatias e problemas renais. 

A placenta é avaliada com o recurso do doppler, que permite a observação da circulação sanguínea.

Neste momento, um exame transvaginal vai funcionar como uma complementação do ultrassom abdominal para medir o colo do útero com exatidão. 

Quanto mais curto for o colo do útero, maior será a chance do bebê nascer prematuro. Caso essa medida seja realmente pequena, haverá tempo para tomar precauções.

Nesse caso, o médico recomenda medicações para evitar o parto prematuro e pede que a futura mamãe mantenha-se em repouso.  

É neste ultrassom também que se consegue descobrir o sexo do bebê com precisão. 

Mas como essa descoberta já pode ser feita a partir da 16ª semana, muitas mamães acrescentam mais um exame no intervalo entre o segundo e o terceiro. 

Quarto ultrassom – terceiro trimestre

O quarto exame de ultrassom deve ser feito entre a 28ª e a 32ª semanas e tem os objetivos de verificar o crescimento e o peso do bebê, além do funcionamento e localização da placenta. 

Ele é chamado de ultrassom obstétrico e pode detectar condições como a hidrocefalia.

Por meio da placenta, avalia-se detalhadamente a circulação de sangue. Se a circulação estiver abaixo do esperado, pode ser que o parto precise ser adiantado. 

Com relação à posição da placenta, neste momento espera-se que ela esteja afastada do colo do útero.

Se ela estiver obstruindo o orifício por onde o bebê vai sair (em caso de parto natural), é chamada de placenta prévia e pode impedir o parto normal, além de causar sangramentos. 

Agora que você entende a frequência do exame de ultrassom na gravidez, que tal acompanhar nossa série sobre o desenvolvimento da gravidez semana a semana? A cada artigo, você vai descobrindo as mudanças que acontecem em seu corpo e no desenvolvimento do seu bebê ao longo das semanas. Leia e deixe seus comentários. Até o próximo post. 

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Leia Também

Anticoncepcional: tudo que você precisa saber

Anticoncepcional: tudo que você precisa saber

0
Você utiliza ou planeja utilizar o anticoncepcional? Este é um recurso que revolucionou a vida das mulheres positivamente, mas também tem efeitos colaterais.  Antes de...
Nona semana de gestação

Desenvolvimento da gravidez : 9ª semana de gestação

0
Chegamos a mais um post da nossa série sobre o desenvolvimento da gravidez semana a semana! E agora é hora de falar sobre a...

Oii mamãe, voce deseja receber nossas novidades em seu email?